Notícias

Dez 18, 2014

Gastos médicos

A 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) negou pedido de restituição de valores do Imposto de Renda (IR) feito por uma moradora de Minas Gerais, referentes a tratamento geriátrico supostamente ocorrido em uma instituição de atendimento a idosos. A decisão confirma sentença, de primeira instância, da 8ª Vara Federal em Belo Horizonte/MG.

No recurso, a 8ª Turma frisou que, de acordo com o artigo 80 do Decreto 3.000/1999, os gastos médicos só podem ser abatidos do IR se o tratamento que ocasionou as despesas for comprovadamente médico/hospitalar, situação não configurada na hipótese em questão.

A autora havia ajuizado ação na Justiça Federal alegando que sua mãe e dependente na declaração do Imposto de Renda ficou internada no estabelecimento geriátrico entre 2007 e 2009, o que teria gerado custos que poderiam ser restituídos pela Receita Federal. Também argumentou que os gastos são necessários para manutenção da saúde da idosa.

Após perder a causa em primeira instância, a parte autora recorreu ao TRF1, questionando a constitucionalidade do artigo 80 do Decreto 3.000/1999 – no que se refere às restrições de tratamentos de saúde para dedução do IR –, por violar os princípios da isonomia, da proteção à saúde e ao idoso.

Recurso – Ao analisar o caso, contudo, a relatora do processo no Tribunal, juíza federal convocada Lana Lígia Galati, rechaçou as alegações e manteve integralmente a sentença. No voto, a magistrada observou que a requerente não juntou nenhum comprovante de pagamento das “despesas” realizadas no espaço de integração da melhor idade.

Além disso, o local onde a mãe da apelante ficou internada não consta do Cadastro Nacional de Estabelecimento de Saúde da Anvisa e, portanto, não se enquadra como entidade hospitalar. Nesse tipo de situação, segundo a relatora, deve prevalecer a soberania do texto legal. “O artigo 111 do CTN estabelece que as regras que dispõem sobre suspensão, exclusão, isenção e dispensa do crédito tributário devem ser interpretadas literalmente, sendo vedada a extensão de benefício fiscal”, citou. “Adotar o entendimento esposado pela autora implicaria em ampliar o beneplácito fiscal a hipótese não contemplada em lei, em flagrante violação ao primado da legalidade”, completou a juíza.

O argumento de que o Decreto 3.000/1999 fere o princípio da isonomia e o direito fundamental à saúde também foi rebatido pela magistrada porque a restritiva imposta pelo artigo 80 não garante tratamento diferenciado a nenhum contribuinte que esteja na mesma condição.

Com isso, apesar de considerar as razões pessoais da contribuinte “comoventes e sensibilizantes”, a 8ª Turma do Tribunal manteve a sentença, negando as deduções do IR à autora. A decisão do colegiado foi unânime.

Processo nº 0062438-60.2011.4.01.3800
Data do julgamento: 07/11/2014
Publicação no diário oficial (e-DJF1): 21/11/2014

 

Fonte: Promad


Veja também:
Liberação de veículo
Jan 11, 2015

Liberação de veículo

A 6ª Turma do TRF da 1ª Região determinou à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) que procedesse à liberação de um veículo apreendido, independentemente do pagamento de despesas.
Nova promoção ABRADT
Abr 08, 2015

Nova promoção ABRADT

ABRADT vai sortear em sua Fanpage quatro exemplares do livro Consultor Tributário: Estudos Jurídicos, de Gustavo Brigagão, Heleno Taveira Torres, Igor Mauler Santiago e Roberto Duque Estrada. Participe!
Impostos sobre o trabalho
Mar 03, 2015

Impostos sobre o trabalho

Pagar menos imposto sobre o trabalho criou mais emprego e fez a renda subir, de acordo com dissertação de mestrado do economista Clóvis Scherer, pesquisador do Dieese.
#eventosqueapoiamos – Palestra “Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica (NFC-e)”
Jan 31, 2019

#eventosqueapoiamos – Palestra “Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica (NFC-e)”

Quais são as novas regras para emissão da Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica (NFC-e)? A discussão em torno das novas regras para emissão da Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica (NFC-e), regulamentada através do Decreto 47.562/2018, em dezembro, serão tema de palestra a ser realizada pela Fecomércio MG, em parceria com a Secretaria de Estado de […]
Crime tributário
Jan 12, 2015

Crime tributário

A 1ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) manteve execução de dívida contra o ex-proprietário de um posto de combustíveis em Florianópolis, que foi absolvido em processo criminal paralelo de crime contra a ordem econômica.
XIX Congresso|Faltam dois dias
Set 21, 2015

XIX Congresso|Faltam dois dias

Realizada anualmente pela Associação Brasileira de Direito Tributário, o XIX Congresso Internacional de Direito Tributário acontecerá esta semana, dos dias 23 a 25 de setembro.