Notícias

Dez 18, 2015

História da Abradt

Entidade de caráter científico sem fins lucrativos, a Associação Brasileira de Direito Tributário (Abradt) foi fundada em junho de 1996, em Belo Horizonte, Minas Gerais. Ela dedica-se ao estudo e pesquisa do Direito Tributário, promovendo cursos, conferências e congressos, editando e publicando estudos técnicos e mantendo intercâmbio com entidades similares, no Brasil e exterior.

Durante a reunião que definiu sua fundação, estavam presentes Heli Coutinho, Eduardo Diamantino Bonfim e Silva, Eduardo Maneira, Ezequiel de Melo Campos Filho, Ezequiel de Melo Campos Netto, Igor Mauler Santiago, Rodolfo de Lima Gropen e Sacha Calmon Navarro Coêlho. Segundo o presidente honorário da instituição, o advogado Sacha Calmon, “a necessidade de Minas formar um núcleo não caudatário de São Paulo, porém integrado ao grupo do professor Ataliba” foi o propulsor da reunião.

Já então, o profissional, juntamente à advogada e também presidente honorária Misabel Abreu Machado Derzi, havia montado na Universidade Federal de Minas Gerais um grupo coeso de aproximadamente 20 mestres e doutores em Direito Tributário. Hoje, a sede do órgão pode ser encontrada na mesma cidade de origem, na Rua Jornalista Djalma Andrade, 46, no Bairro Belvedere.

Geraldo Ataliba, à quem Sacha se refere, foi um renomado jurista, professor da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo e reitor da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo durante o período militar. É conhecido por ter “revolucionado o Direito Tributário”. Sua última obra, “República e Constituição”, é um considerado um marco na formação do Estado Democrático de Direito, publicado durante o período de abertura democrática do país. Ataliba morreu um ano antes da fundação da Abradt, em 1995, com apenas 59 anos.

O tributarismo, mais uma vez, está no centro das preocupações mundiais. Em meio a distúrbios na economia, o aumento de tributos é geralmente uma saída escolhida pelos governantes. Isto pode ser observado tanto no Brasil de 2015 quanto na Europa de 2011, fruto da crise norte-americana de 2008. A economia mundial está extremamente entrelaçada, e quaisquer movimentações financeiras tiram do eixo as realidades de diversos países. Desta forma, pode-se afirmar que os temas tributários apresentam-se como aqueles que mais assolam de problemas uma nação.

É sabido, por exemplo, que quase todas as revoluções, no Brasil e no mundo, tiveram origem em questões tributárias. A cobrança abusiva de impostos e demais tributos atinge o orçamento do contribuinte e, consequentemente, todos os outros aspectos de sua vida. Num país como o Brasil, em que a carga tributária excessiva se coloca como um dos maiores entraves à produção e ao desenvolvimento, a compreensão dos problemas tributários tem importância incomensurável. A Abradt compreende, portanto, a necessidade de se debater intensamente todas as implicações desse sistema.

Naturalmente, nossos associados – que atuam profissionalmente na área tributária – não apenas têm curiosidade, mas precisam de todas as informações sobre a evolução da legislação, doutrina e jurisprudência nessa matéria. Para alcançar seus objetivos, a Abradt tem contado, em seus eventos, com os juristas que mais se debruçam sobre os atuais problemas tributários brasileiros e que, por isso mesmo, podem se pronunciar com absoluta propriedade, enriquecendo sobremaneira nossos debates.

“Para dar sua contribuição e receber de volta o convívio e a lição dos grandes nomes da tributaristica nacional, em artigos e conferências, todos os anos, sem falar no Congresso anual”. É por isso, segundo Sacha Calmon, que os profissionais tributaristas deveriam se associar à entidade. Os membros da entidade aproveitam descontos em todos os eventos produzidos pela entidade, os integrantes da Abradt Jovem recebe cotidianamente um clipping com as notícias mais pertinentes da área e todos têm também acesso a múltiplos sorteios exclusivos realizados através das redes da Associação: tudo isto para garantir esse contato do associado ao conhecimento tributário.

Mas a Abradt não para de se esforçar para garantir mais benefícios aos seus membros. A partir de 2016, quando a instituição estiver comemorando seus 20 anos de existência, várias novidades e novas parcerias serão anunciadas aos nossos membros. Sacha Calmon afirma que Minas é um Estado central.

Fonte: Folha de São Paulo


Veja também:
Carta de Belo Horizonte
Nov 07, 2014

Carta de Belo Horizonte

XVIII Congresso Internacional de Direito Tributário inova na aprovação de um documento com melhorias para as políticas tributárias brasileiras.
XIX Congresso tem grande público
Set 25, 2015

XIX Congresso tem grande público

Com uma expectativa de 400 congressistas participantes, o XIX Congresso Internacional de Direito Tributario da Abradt teve início às 10h30 da manhã do dia 23, quarta-feira.
Desonerações tributárias
Jan 28, 2015

Desonerações tributárias

O governo federal deixou de arrecadar, no ano passado, mais de R$ 100 bilhões devido às desonerações tributárias. A renúncia fiscal com desonerações somou R$ 104,043 bilhões em 2014.
Curso gratuito sobre o Novo CPC
Ago 07, 2015

Curso gratuito sobre o Novo CPC

ABRADT Jovem promove encontro para o debate entre tributaristas e processualistas visando à estruturação dinâmica de novas formas de resolução de conflitos, pautadas no ideário proposto pelo NCPC no dia 19 de agosto, em Belo Horizonte.
Universalização do Simples
Nov 24, 2014

Universalização do Simples

A chamada "universalização do Simples Nacional" começa para valer em 2015, e é assim chamado por ter liberado ou permitido que praticamente todas as atividades e serviços possam optar pelo regime
NF informando tributos
Dez 16, 2014

NF informando tributos

A presidente Dilma Rousseff sancionou o projeto de lei que obriga as empresas a darem transparência aos valores dos impostos pagos pelo contribuinte na nota fiscal.