Notícias

Nov 29, 2014

ICMS Turístico

turismo minas gerais

Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Turismo e Esportes, divulgou, nesta quinta-feira (20/11), listagem provisória referente aos municípios habilitados a receberem parcela do ICMS Turístico em 2015. O número de municípios habilitados em 2014 chega a 198, representando um aumento de 78% no número de municípios habilitados desde a primeira habilitação ocorrida em 2010. A relação pode ser consultada no sitewww.turismo.mg.gov.br.

Pioneira no Brasil, a inclusão do critério Turismo no ICMS – resultado de esforço coletivo entre as Associações de Circuitos Turísticos e a Secretaria de Estado de Turismo e Esportes de Minas Gerais (Setes) – faz parte de uma estratégia maior que visa à descentralização de recursos e tem por objetivo estimular a implementação de uma gestão municipal voltada para o turismo, além de incentivar o aumento dos investimentos no turismo local, promover melhorias nos serviços, aumentar o potencial turístico, oferecer mais atrações e, assim, fortalecer o turismo no interior de Minas Gerais e oferecer produtos turísticos que estimulem os viajantes a permanecer por mais tempo nos destinos. Assim, o recurso oriundo do ICMS Turístico poderá ser investido em ações, programas e projetos voltados para o desenvolvimento turístico dos municípios.

De acordo com o secretário de Estado de Turismo e Esportes, Tiago Lacerda, “O expressivo aumento do número de habilitados é resultado de um grande esforço coletivo da Secretaria e dos municípios, que sabem da importância destes recursos para a manutenção e ampliação das políticas públicas de turismo”.

Requisitos

Os requisitos mínimos para habilitação do município são: participar do Programa de Regionalização do Turismo do Estado de Minas Gerais; ter elaborada e em implementação uma política municipal de turismo; possuir Conselho Municipal de Turismo (Comtur), em funcionamento e possuir Fundo Municipal de Turismo (Fumtur), instituído e em regular funcionamento. Também é desejável que o município participe nos critérios ICMS Meio Ambiente e Patrimônio Cultural da Lei Robin Hood.

ICMS Turístico

A inclusão do critério Turismo no Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) em Minas Gerais ocorreu através da Lei n.º 18.030/2009, também conhecida como Lei Robin Hood. A relação dos municípios habilitados e dos seus respectivos índices provisórios foi publicada no diário oficial desta quinta-feira (20/11).  A relação também poderá ser consultada no site www.turismo.mg.gov.br. A publicação dos municípios habilitados e dos índices de repasse para 2015 é provisória, sendo que o prazo para recurso é de 15 dias corridos a contar da data da publicação no órgão da Imprensa Oficial do Estado.


Veja também:
Nova promoção ABRADT
Abr 08, 2015

Nova promoção ABRADT

ABRADT vai sortear em sua Fanpage quatro exemplares do livro Consultor Tributário: Estudos Jurídicos, de Gustavo Brigagão, Heleno Taveira Torres, Igor Mauler Santiago e Roberto Duque Estrada. Participe!
Suspensa a alta do ISSQN
Set 12, 2014

Suspensa a alta do ISSQN

Igor Mauler Santiago, advogado e membro da comissão de direito Tributário da OAB Federal 4
ABRADT realiza sorteio em fanpage
Jun 11, 2015

ABRADT realiza sorteio em fanpage

ABRADT vai sortear no dia 18 de junho dois livros sobre Direito Tributário, entre os seus associados. As obras têm a coordenação da especialista em Direito Tributário, Misabel Abreu Machado Derzi. Participe!
Certificado do XX Congresso
Set 27, 2016

Certificado do XX Congresso

Todos que estiveram presentes nas palestras e discussões têm acesso ao Certificado Online. Emitia o seu!
Liberação de veículo
Jan 11, 2015

Liberação de veículo

A 6ª Turma do TRF da 1ª Região determinou à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) que procedesse à liberação de um veículo apreendido, independentemente do pagamento de despesas.
Previsão de alta do IPCA
Fev 02, 2015

Previsão de alta do IPCA

A mediana das estimativas para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) subiu de 6,99% para 7,01%. Se realizada, será a primeira vez que a inflação supera 7% em um ano fechado desde 2004, quando subiu 7,60%.