Notícias

Jan 07, 2015

Legislação tributária

Diante do alto grau de complexidade da legislação tributária e das mudanças constantes que se agravam diariamente, as empresas carregam grande dificuldade em acompanhar de ponta a ponta tais alterações e acabam por perder a oportunidade de resgatar créditos ou verificar a fundo se existem pagamentos feitos a maior.

A verdade é que tantas modificações mais atrapalham do que ajudam, e de fato deveria ocorrer a tão desejada reforma tributária de uma vez por todas, sendo bem pensada antes de ser colocada em prática para evitar os constrangimentos advindos dessas modificações.

Enquanto as empresas de todo o Brasil esperam a correção, simplificação e organização na legislação tributária chegam a pagar R$ 550 mil a mais do que devem em tributos federais. Isso pode acontecer por diversos motivos, mas o principal se tornou justamente o fato de haver, por dia, mais de 31 alterações nas Leis. Não há contador que consiga acompanhar toda essa bagunça tributária.

Porém, esse nó pode se desfazer a partir do momento em que uma empresa contrata um serviço de RTF – Revisão de Tributos Federais. Este tem por objetivo identificar de modo administrativo, oportunidades tributárias não verificadas, analisando as bases de cálculo, alíquotas e apurações do IRPJ, CSLL, PIS, COFINS e IPI dos últimos cinco anos da escrituração contábil da empresa, de acordo com a legislação fiscal em vigor.

Entretanto, o empresário que buscar tal serviço, deve verificar se a empresa a ser contratada realmente faz a verificação da documentação contábil dos últimos 5 anos da contratante, pois, se não houver esse trabalho em profundidade, a consultoria prestadora de serviços estará realizando um trabalho por amostragem, oferecendo um grande risco para o seu cliente. Nesse caso a empresa trabalharia com a suposição de que tudo o que foi identificado na documentação analisada (últimos 6 meses ou 1 ano) também é válida para os últimos 5 anos, ou seja, o trabalho será realizado em cima de uma suposição e não em cima de documentos que comprovem o crédito.

Fora este ponto, é sempre bom verificar se a prestadora de serviços oferece algum seguro e informar-se se esta oferece acompanhamento, como uma assessoria na compensação dos tributos. Depois que houver tais certificações, contratar os serviços de Revisão de Tributos Federais pode ajudar muitas empresas a saírem do vermelho e reaquecerem seus negócios.

Fonte: contadores.cnt.br
Autor: José Carlos Braga Monteiro


Veja também:
Curso gratuito sobre o Novo CPC
Ago 07, 2015

Curso gratuito sobre o Novo CPC

ABRADT Jovem promove encontro para o debate entre tributaristas e processualistas visando à estruturação dinâmica de novas formas de resolução de conflitos, pautadas no ideário proposto pelo NCPC no dia 19 de agosto, em Belo Horizonte.
IPI sobre valor final
Set 08, 2014

IPI sobre valor final

Supremo Tribunal Federal (STF) decide que cálculo do IPI deve ser o valor final das operações, já com os descontos oferecidos na hora da venda, e não sobre o preço de tabela.
Reforma do ICMS
Jan 26, 2015

Reforma do ICMS

Com o fim do recesso parlamentar em fevereiro, as negociações para a aprovação da reforma do ICMS devem ganhar força no Congresso.
Paraísos Fiscais
Dez 22, 2014

Paraísos Fiscais

Conheça as novas regras para que países sejam considerados paraísos fiscais, ou seja, um estado nacional ou uma região autônoma da qual se facilita a aplicação de capitais estrangeiros.
20 anos de Congresso: linha do tempo
Jul 25, 2016

20 anos de Congresso: linha do tempo

O Congresso Internacional de Direito Tributário da ABRADT chega à sua 20ª edição neste ano. Confira nossa retrospectiva de como foram essas duas décadas.
Está aberto o período para submissão de artigos!! RAFDT N°5 / Ano 3
Jan 14, 2019

Está aberto o período para submissão de artigos!! RAFDT N°5 / Ano 3

ATENÇÃO! A Revista ABRADT/FÓRUM De Direito Tributário – RAFDT abre chamada pública para o recebimento de artigos que poderão compor a edição de número 05, ano 03 da publicação. Os textos precisam ser inéditos e devem ser enviados até o dia 27 de fevereiro de 2019, exclusivamente através do e-mail revista@abradt.org.br. Para mais detalhes e […]