Notícias

Jan 11, 2015

Liberação de veículo

A liberação de veículo retido por transporte irregular de passageiros não está condicionada ao pagamento de multas e despesas. A 6ª Turma do TRF da 1ª Região adotou tal entendimento para confirmar sentença de primeira instância que determinou à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) que procedesse à liberação de um veículo apreendido, independentemente do pagamento de despesas.

A autarquia recorreu contra a sentença ao TRF1 ao argumento de que a Resolução ANTT 1.372/2006 admite a possibilidade de se condicionar a liberação de veículo ao pagamento das despesas de transbordo que, inclusive, teriam natureza indenizatória. Sustenta a apelante que tal possibilidade não decorre apenas da citada norma mas do “próprio ordenamento jurídico, que visa coibir o enriquecimento ilícito e garantir a continuidade do serviço público”.

O Colegiado, ao analisar o recurso, rejeitou as alegações trazidas pela ANTT. Em seu voto, o relator, desembargador federal Kassio Nunes Marques, citou jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e do próprio TRF1 no sentido de que “a liberação do veículo retido por transporte irregular de passageiros, com base no art. 231, VIII, do Código de Trânsito Brasileiro, não está condicionada ao pagamento de multas e despesas”.

Ainda segundo o magistrado, atrelar a liberação do veículo ao pagamento de taxas “extrapola os limites do poder regulamentar do órgão recorrente por se tratar de penalidade não prevista em lei, devendo ser liberado o veículo tão logo seja cessada a atividade irregular”.

A decisão foi unânime.

Processo n.º 0021544-49.2009.4.01.3400
Data do julgamento: 24/11/2014
Publicação no diário oficial (e-dJF1): 12/12/2014

Fonte: Comunicação Social – Tribunal Regional


Veja também:
IR 2015: cuidados ao preencher
Mar 02, 2015

IR 2015: cuidados ao preencher

Especialista fala sobre cuidados no preenchimento da declaração do Imposto de Renda e alerta - contribuintes devem estar atentos a detalhes para evitar erros.
Tributação de Bebidas
Dez 14, 2014

Tributação de Bebidas

As empresas fabricantes de bebidas frias receberão um abatimento de tributos nos próximos três anos, para evitar que a mudança no modelo de tributação em 2015 provoque um aumento dos preços ao consumidor.
Eduardo Maneira na revista INOVA
Fev 17, 2016

Eduardo Maneira na revista INOVA

O tributarista e diretor da Abradt Eduardo Maneira escreveu para a revista INOVA, publicação da Caixa de Assistência dos Advogados de Minas Gerais, artigo sobre o papel de Minas Gerais no debate tributário nacional.
Igor Mauler no Conjur
Abr 15, 2015

Igor Mauler no Conjur

Confira o artigo de Igor Mauler Santiago, publicado na Revista Eletrônica Consultor Jurídico nesta quarta-feira (15) intitulado “Regras tributárias do Gatt e da OMC têm aplicação direta no Brasil".
Seminário Fecomércio MG
Jan 17, 2017

Seminário Fecomércio MG

O Conselho de Assuntos Tributários da Fecomércio MG realiza, com o apoio da ABRADT, no dia 9 de fevereiro, o Seminário de Direito para debater temas da área. Inscrições gratuitas e limitadas!
Contribuição Social
Dez 24, 2014

Contribuição Social

Projeto de Lei 7.082/2010, que reduz a contribuição social do empregador e do empregado doméstico ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), foi vetado nessa terça-feira pela presidente Dilma Rousseff (PT).