Notícias

Jan 11, 2015

Liberação de veículo

A liberação de veículo retido por transporte irregular de passageiros não está condicionada ao pagamento de multas e despesas. A 6ª Turma do TRF da 1ª Região adotou tal entendimento para confirmar sentença de primeira instância que determinou à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) que procedesse à liberação de um veículo apreendido, independentemente do pagamento de despesas.

A autarquia recorreu contra a sentença ao TRF1 ao argumento de que a Resolução ANTT 1.372/2006 admite a possibilidade de se condicionar a liberação de veículo ao pagamento das despesas de transbordo que, inclusive, teriam natureza indenizatória. Sustenta a apelante que tal possibilidade não decorre apenas da citada norma mas do “próprio ordenamento jurídico, que visa coibir o enriquecimento ilícito e garantir a continuidade do serviço público”.

O Colegiado, ao analisar o recurso, rejeitou as alegações trazidas pela ANTT. Em seu voto, o relator, desembargador federal Kassio Nunes Marques, citou jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e do próprio TRF1 no sentido de que “a liberação do veículo retido por transporte irregular de passageiros, com base no art. 231, VIII, do Código de Trânsito Brasileiro, não está condicionada ao pagamento de multas e despesas”.

Ainda segundo o magistrado, atrelar a liberação do veículo ao pagamento de taxas “extrapola os limites do poder regulamentar do órgão recorrente por se tratar de penalidade não prevista em lei, devendo ser liberado o veículo tão logo seja cessada a atividade irregular”.

A decisão foi unânime.

Processo n.º 0021544-49.2009.4.01.3400
Data do julgamento: 24/11/2014
Publicação no diário oficial (e-dJF1): 12/12/2014

Fonte: Comunicação Social – Tribunal Regional


Veja também:
Sonegação Fiscal
Dez 26, 2014

Sonegação Fiscal

A rede de fast food Habib's está sendo investigada por fraude fiscal em Minas Gerais e outros sete estados. Segundo informações do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG).
Tabela do IR
Dez 12, 2014

Tabela do IR

O governo deve editar, depois do dia 22, uma Medida Provisória (MP) corrigindo a tabela progressiva do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) em 4,5%. As novas faixas entram em vigor a partir do dia 1º de janeiro de 2015.
Congresso 2015 pauta reunião
Mai 20, 2015

Congresso 2015 pauta reunião

Nesta quarta-feira (20), a diretoria da Associação Brasileira de Direito Tributário esteve reunida com os organizadores do Congresso 2015 para alinhamento de algumas questões deste importante evento jurídico.
Malha fina do IR
Dez 19, 2014

Malha fina do IR

Após o encerramento do processamento dos lotes de restituição, a Receita Federal divulgou, nesta terça-feira, o número de declarações do Imposto de Renda de 2014 que ficaram retidas na malha fina.
Artigo | Bônus por multas tributárias
Jan 30, 2017

Artigo | Bônus por multas tributárias

O Jornal Valor Econômico publicou nesta segunda-feira (30) artigo do diretor científico da ABRADT Igor Mauler Santiago, intitulado “Bônus por multas tributárias”, confira-o na íntegra.
Associe-se à ABRADT
Jan 14, 2015

Associe-se à ABRADT

Para 2015, a ABRADT planeja a realização de inúmeros eventos jurídicos, entre eles, o XIV Congresso. Além disso, a instituição apoia inúmeros eventos, possibilitando condições especiais nas inscrições de seus associados. Junte-se a nós!