Notícias

Dez 29, 2014

Tributação Unificada

venezuela

A Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio rejeitou no último dia 10, o projeto de Lei 7020/13, do deputado Chico das Verduras (PRP-RR), que institui o Regime de Tributação Unificada (RTU) para a importação de mercadorias, via terrestre, procedentes da Venezuela.
A proposta altera a Lei 11.898/09, que estabeleceu o RTU para a importação, por via terrestre, de produtos procedentes do Paraguai. Esse regime de tributação permite o pagamento unificado de impostos e contribuições federais incidentes na importação, observado o limite máximo de valor das mercadorias vindas do exterior por habilitado, por ano-calendário, fixado pelo Poder Executivo.

Na avaliação do relator, deputado Laércio Oliveira (SD-SE), a proposta é contrária à política constitucional de defesa do mercado interno brasileiro. “A sugestão pretende regulamentar o contrabando de mercadorias que deixam de trazer recursos tributários ao nosso País”, afirmou o parlamentar. Segundo ele, a medida ajuda a “concorrência desleal” e não o desenvolvimento econômico.

Habilitação de alfândegas

Pela lei em vigor, a entrada das mercadorias com esse regime no território aduaneiro somente poderá ocorrer em ponto de fronteira alfandegado especificamente habilitado.

Essa habilitação ficaria condicionada, conforme a proposta, à adoção de mecanismos adequados de controle e facilitação do comércio, desde a aquisição de produtos até o seu desembaraço e posterior comercialização, a serem ajustados pelos órgãos de controle aduaneiro do Brasil, do Paraguai e da Venezuela.

Tramitação

O projeto, que tramita em caráter conclusivo, ainda será analisado pelas comissões de Finanças e Tributação (inclusive quanto ao mérito); e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Fonte: IBPT


Veja também:
Congresso Abradt homenageia Prof. Sacha Calmon
Out 08, 2018

Congresso Abradt homenageia Prof. Sacha Calmon

Um dos grandes momentos do Congresso Abradt 2018 foi a homenagem recheada de emoção e alegria que o Procurador do Estado de Minas Gerais, Alberto Guimarães, fez ao nosso presidente honorário, professor Sacha Calmon. Leia-a na íntegra!
Controvérsias na Receita Federal
Set 13, 2014

Controvérsias na Receita Federal

Confira o artigo sobre as controvérsias na atuação da Receita Federal e que debate os limites da atuação do fisco na busca da efetividade do procedimento fiscalizatório.
“Impostômetro” atinge R$300bi
Fev 24, 2015

“Impostômetro” atinge R$300bi

O valor pago pelos brasileiros em impostos federais, estaduais e municipais desde o início do ano alcançou R$ 300 bilhões segundo o “Impostômetro” da ACSP.
Prêmio Sacha Calmon 2015
Ago 27, 2015

Prêmio Sacha Calmon 2015

Terminou na segunda-feira (24) as inscrições para o Concurso de Apresentação de Teses promovido ABRADT durante o Congresso Internacional de Direito Tributário. 11 teses concorrem ao Prêmio Sacha Calmon neste ano.
Nova promoção ABRADT
Abr 08, 2015

Nova promoção ABRADT

ABRADT vai sortear em sua Fanpage quatro exemplares do livro Consultor Tributário: Estudos Jurídicos, de Gustavo Brigagão, Heleno Taveira Torres, Igor Mauler Santiago e Roberto Duque Estrada. Participe!
Prescrição do FGTS
Nov 17, 2014

Prescrição do FGTS

O Plenário do STF modificou de 30 anos para cinco anos o prazo de prescrição aplicável à cobrança de valores não depositados no Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS)