Impostos e a Páscoa

size_810_16_9_Ovos_de_Páscoa
 
Os produtos mais consumidos pelas famílias na Páscoa chegam a ter mais de 50% de imposto, segundo levantamento do Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT). A maior alíquota, de 54,73%, é encontrada nos vinhos.
Os impostos também são pesados para o bacalhau, com 43,78%, e para a colomba pascal, com 38,68%. Nos ovos de Páscoa, os impostos alcançam 38,53%.
“Se a família optar por se reunir em um restaurante no próximo dia 5 de abril, 32,31% do valor total da conta paga será revertido em tributos sobre os serviços do estabelecimento”, aponta o IBPT.
Veja a carga tributária de alguns dos principais itens consumidos na Páscoa:
Vinho: 54,73%
Refrigerante (lata): 46,47%
Refrigerante garrafa: 44,55%
Bacalhau importado: 43,78%
Colomba pascal: 38,68%
Chocolate: 38,60%
Ovo de Páscoa: 38,53%
Bombons: 37,61%
Cartão de Páscoa: 37,48%
Peixes: 34,48%
Almoço em restaurante: 32,31%
Coelho de pelúcia: 29,92%
Fonte: Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima