Notícias

Set 12, 2017

Como se comportar em eventos científicos e profissionais

 

Como se comportar em eventos científicos e profissionais

Estar entre os maiores nomes e especialistas de sua área é uma excelente oportunidade para fazer bons contatos e absorver conhecimentos preciosos – mas não é garantia de sucesso. Para assegurar um bom aproveitamento social e acadêmico de eventos como congressos, feiras e convenções é preciso investir atenção e cuidado a um aspecto muito importante: a etiqueta.

Seguir certas normas de comportamento – que, prometemos, são perfeitamente razoáveis – e ter cuidado com sua aparência são preceitos básicos, considerando que a seriedade e comprometimento com o qual você se apresenta são um verdadeiro “cartão de visita” para profissional que você é. Do visual à abordagem no networking, veja algumas dicas importantes para não cometer nenhuma gafe no XXI Congresso Internacional de Direito Tributário da Abradt.

 

Planeje sua roupa

Começando pela aparência, seu visual deve denotar profissionalismo. Para estar vestido de maneira condizente à ocasião, é de bom tom apostar em roupas sociais. Camisa e terno, com a gravata opcional, cabelos e barbas aparados e arrumados. Para as mulheres, espera-se igual seriedade. Boas sugestões são a calça social com camisa de alfaiataria e blazer, e para quem gosta de saias e vestidos, apostar em modelos mais compridos, a partir do joelho.

 

Não converse durante as palestras

Em hipótese alguma! Estabelecer conversas paralelas enquanto a exposição transcorre incomoda os colegas e desconcentra o palestrante, além de ser extremamente desrespeitoso – ainda que seu assunto seja o que está sendo tratado na palestra. Deixe o papo para o coffee break.

 

Desligue suas telas

Ainda que nossa vida esteja cada vez mais conectada, o celular, tablet ou laptop não tem lugar durante as palestras. O brilho da tela incomoda e muito, e ficar ligado em qualquer outra coisa que não seja o palestrante demonstra pouca seriedade e comprometimento.

 

Tenha bom senso nas abordagens

Essa dica é para o momento de networking: tenha cuidado nas abordagens. Não interrompa conversas para se apresentar – é inconveniente e não vai causar a boa impressão que você precisa. E, quando tiver a atenção da pessoa, seja objetivo e não tome demais o tempo dela no contato.

 

Conforme prometemos, aí está: não há mistério nenhum para se portar bem em um evento científico e profissional, como o XXI Congresso Internacional da Abradt. Para quem está se preparando, esperamos que este tenha sido um post útil! Nos vemos em Belo Horizonte, nos dias 20, 21 e 22 de setembro!


Veja também:
Incentivos tributários
Jan 05, 2015

Incentivos tributários

A Câmara dos Deputados concluiu a votação da Medida Provisória que altera a legislação tributária. O texto, que ainda precisar passar pelo Senado e pela sanção da presidência, prorroga incentivos tributários.
Tributos de veículos
Mar 26, 2015

Tributos de veículos

Está publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (26) a Lei 13.111/15, que obriga vendedores de motocicletas e automóveis a informar ao comprador os valores dos tributos incidentes no preço desses veículos.
História da Abradt
Dez 18, 2015

História da Abradt

Entidade de caráter científico sem fins lucrativos, a Associação Brasileira de Direito Tributário (Abradt) foi fundada em junho de 1996, em Belo Horizonte, Minas Gerais.
Rio exige ICMS de refino de sal
Nov 11, 2014

Rio exige ICMS de refino de sal

O governo do Estado do Rio de Janeiro editou decreto que obriga as indústrias de refino de sal a refazer a escrituração fiscal relativa ao ICMS dos últimos cinco anos.
Visto Fiscal
Dez 15, 2014

Visto Fiscal

Artigo sobre o Visto Fiscal e pessoa não contribuinte do ICMS, escrito por Jacque Damasceno Pereira Júnior para o portal Jus.com.br.
Supersimples: adesão até hoje
Jan 30, 2015

Supersimples: adesão até hoje

As sociedades de advogados que quiserem optar pelo Supersimples têm até esta sexta-feira (30) para aderir ao sistema. Os que escolherem esse regime tributário farão o pagamento unificado de impostos federais, estaduais e municipais.